Jovem, este texto é para ti!

Opinião
Francisco Cantanhede
Francisco Cantanhede

Latest posts by Francisco Cantanhede (see all)

Os jornais portugueses e espanhóis noticiam o que se passou no sul de Espanha: cerca de mil jovens portugueses foram expulsos do hotel por terem provocado milhares de euros de prejuízo. É verdade que ainda só se conhece uma das faces da moeda; contudo, por mais razões que tenham os estudantes, nada, mesmo nada, justifica a barbárie.

Jovem,  não podes continuar em frente ao computador, são horas de jantar, todos para a mesa, sem a televisão ligada, é hora de comer e de falar; não podes continuar em frente ao computador, são horas de deitar; não podes ter televisão no quarto, pois lá deves estudar e descansar; não podes continuar em frente ao computador, vai ajudar a tua mãe a arrumar a cozinha; não podes exigir dinheiro em troca de bons resultados escolares, pois a tua profissão, tal como a do teu pai e da tua mãe, exige esforço, trabalho, dedicação. Não podes exigir roupas de marca, pois é bom que saibas que o dinheiro custa a ganhar, é bom que saibas que antes do 25 de abril de 1974, muitas crianças iam para a escola com fome, quase sempre com a mesma roupa e descalças. A melhor recompensa que podes ter é um beijo, um abraço, um bravo, dos teus pais. Não deves competir com os teus amigos, com os teus familiares, com os teus vizinhos sobre notas, sobre marcas de ténis, de telemóveis, deves competir contigo próprio, todos os dias podes melhorar, amanhã poderás ser melhor aluno, melhor cidadão do que foste hoje.  Experimenta oferecer uma peça da tua roupa, que está há muito esquecida no roupeiro, a um dos teus colegas que tem os pais desempregados; experimenta oferecer uma das sandes que deitas para o lixo a um dos teus colegas, a um mendigo; experimenta dar um abraço ao teu colega que anda triste, preocupado, desesperado, com receio da separação dos pais, com receio que a família seja expulsa de casa por não conseguir pagar a renda. No elevador dá prioridade aos vizinhos mais idosos, a todos diz bom dia, boa tarde, boa noite; olha para as crianças e vê a pureza do ser humano, respira o ar fresco da manhã, aprecia a beleza que existe em cada árvore, ouve os concertos dos passarinhos, delicia-te com os raios solares…sorri. Aprende a valorizar o que tens, que é muito!

Jovem, claro que tens direitos. O direito de exigir que o Ministério da Educação continue a tomar medidas para que a escola seja um local onde as crianças e os jovens possam ser felizes. O direito de exigir que a comunicação social dê o seu contributo para promover o gosto pela   leitura, a solidariedade, a paz. O direito de criticar uma sociedade que valoriza o dinheiro e desvaloriza a cidadania, mas, lembra-te que somos todos nós que formamos a sociedade, logo a mudança depende da vontade, da ação de cada um.

Recentemente, um holandês afirmou que os povos do sul da Europa gastavam o dinheiro da União Europeia em copos e mulheres, agora poderá dizer que em Portugal o dinheiro atribuído à educação é gasto a formar bárbaros e, neste caso, terá alguma razão, mesmo que mil não representem cem mil.

Deixe uma resposta