Vitória não marca há 435 minutos e não vence há quatro jornadas

Desporto

Há quatro partidas sem ganhar e marcar, o Vitória vai procurar na próxima jornada, domingo, a partir das 16 horas, reencontrar-se com os êxitos e os golos na visita ao reduto do Tondela, actual penúltimo classificado da I Liga que está envolvido na luta pela permanência no escalão principal.

Desde que Edinho faturou, aos 15 minutos, no triunfo, 2-0, sobre o Moreirense [João Amaral fez o primeiro aos quatro minutos], os sadinos estão há 435 minutos em jejum de golos. Desde o êxito com o emblema de Moreira de Cónegos, os setubalenses empataram com o Rio Ave (0-0), e perderam com Sporting e Estoril (ambos por 3-0) e V. Guimarães (0-2).

Para evitar igualar o registo de 2008/09, quando o clube esteve, entre a 10.ª e 15.ª jornadas, cinco partidas em branco no campeonato [0-3 com FC Porto, 2-0 com Paços de Ferreira e Sporting, 0-0 com Leixões e 0-1 coma Naval], os comandados de José Couceiro terão de voltar a ter a pontaria afinada em Tondela.

Após três derrotas consecutivas, que iguala a série verificada entre as jornadas cinco e sete, o Vitória quer também interromper o ciclo actual e voltar a amealhar pontos com os beirões, oponente que os verdes e brancos venceram na primeira volta da prova, em Setúbal, por 3-0 [João Amaral e Pica, com dois golos na própria baliza, foram os marcadores de serviço].

Tal como aconteceu no dia anterior, José Couceiro continuou ontem de manhã, no Bonfim, a preparar a estratégia a utilizar em Tondela. Durante a semana de trabalho, o treinador tem alertado os jogadores para a necessidade de melhorar a eficácia na finalização. Hoje, 10 horas, novamente à porta fechada, a equipa treina no estádio.

Deixe uma resposta