Setúbal pedala pelo European Cycling Challenge

Regional C Sociedade B

Sub-equipa concorre pela Área Metropolitana de Lisboa, que integra 18 municípios onde qualquer um pode começar a acumular quilómetros

 

O município de Setúbal concorre até ao dia 31 de Maio no European Cycling Challenge (ECC2017), como sub-equipa da Área Metropolitana de Lisboa (AML), que em conjunto com o Porto e Aveiro representa Portugal no desafio de ciclismo urbano europeu.

O European Cycling Challenge, uma iniciativa de promoção do uso quotidiano da bicicleta nas deslocações urbanas, junta dezenas de cidades europeias numa “corrida” para acumular quilómetros em cima dos pedais. O país que acumular mais quilómetros, através das respectivas áreas metropolitanas e cidades, ganha o desafio.

Setúbal concorre neste momento com uma sub-equipa da Área Metropolitana de Lisboa, juntando-se aos 18 municípios que a integram. O convite a pedalar é lançado à população pelo projecto Setúbal de Bicicleta, que tem já realizado várias acções de promoção do ciclismo urbano na cidade.

A participação no ECC2017, aberta a todos os cidadãos, consiste em registar os trajectos percorridos em bicicleta na aplicação móvel Naviki (disponível gratuitamente na AppStore, na GooglePlay e na loja da Microsoft). Para isso basta a cada participante registar-se, configurar as opções, aderir à equipa da AML e escolher o município para a qual quer contribuir.

Os utilizadores devem registar sempre as rotas que percorrem de bicicleta, entre os dias 1 e 31 de Maio, através da opção “Gravar Itinerário”. Quem não puder instalar a aplicação, pode sempre carregar o percurso no site www.naviki.org. São válidas todas as viagens, como de casa para o trabalho ou do centro comercial para escola, por exemplo.

Cada participante e cada equipa têm acesso ao mapa de trajectos e total de quilómetros percorridos. O objectivo é também que a Área Metropolitana de Lisboa ganhe uma “plataforma estatística que servirá de apoio a decisões de planeamento urbano”, como avaliar as zonas mais frequentadas pelos ciclistas urbanos e as que necessitam, ou não, de infra-estruturas, como ciclovias.

O projecto Setúbal de Bicicleta encara este desafio como uma “oportunidade de os setubalenses experimentarem as vantagens da utilização da bicicleta nas suas deslocações pela cidade”, assim como um pretexto para a Câmara Municipal “olhar para a cidade de uma perspectiva bem diferente, ao ritmo da bicicleta”.

A primeira edição do European Cycling Challenge decorreu em 2012 e no desafio do ano passado participaram 46 mil ciclistas, de 52 cidades distribuídas por 18 países, o que representou um recorde absoluto e valeu à iniciativa um prémio pela participação pública que mobilizou.

Deixe uma resposta