Nova escultura de golfinhos agrada aos setubalenses

47
visualizações

Setubalenses questionados pelo DIÁRIO DA REGIÃO deram opiniões positivas. Nas redes sociais, os golfinhos não geraram tanto consenso

 

- Pub -

Os setubalenses mostram-se na sua maioria agradados com a escultura de golfinhos instalada pela Câmara Municipal na rotunda do Alegro, no final da auto-estrada A12, em Setúbal, onde antes esteve montada uma decoração alusiva à Cidade Europeia do Desporto 2016.

A escultura, instalada no início desta semana, é da autoria de Carlos Andrade e “retrata o movimento de um grupo social de golfinhos”, em homenagem ao roaz-corvineiro, um ícone de Setúbal.

“Venho a esta zona da cidade duas vezes por mês e ainda não tinha visto a escultura. Acho que faz sentido serem golfinhos, por haver tantos na travessia para Tróia. Está bem feito, está bonito”, disse um dos munícipes no local ao DIÁRIO DA REGIÃO.

A opinião de quem por ali passa e observa os golfinhos em pedra com mais atenção parece ser unânime. “Acho bem, gosto, acho que é bem conseguido” e “a rotunda está a ficar bonita” foram outras das opiniões registadas.

Os pareceres positivos assumem maior expressão nos espaços de comentário da rede social Facebook, onde o DIÁRIO DA REGIÃO também deu a notícia, com várias pessoas a justificar a opção de escolha dos golfinhos numa cidade “com um rio lindo de cor azul” e “com uma baía integrada nas dez mais belas do mundo”.

“Com um grupo de golfinhos que em Portugal não existe em mais nenhuma praia, é lindo vê-los a decorar a nossa cidade. Parabéns pela magnifica decisão”, lê-se num dos comentários.

A obra, feita em blocos de mármore, tem 15 metros de largura, dois de profundidade e quatro de altura e até essas dimensões mereceram análise: “Para o tamanho da rotunda está bom”, disse outro transeunte ao nosso jornal.

Na rede social, apontam-se sugestões para fazer diferente. “Acho que ficava muito mais bonito as esculturas dos golfinhos a toda a volta da rotunda sem estarem inseridas num bloco de pedra que fica minúsculo numa rotunda tão grande, mas vamos esperar para ver o que sai”, escreveu um dos utilizadores.

A verdade é que dificilmente uma obra é capaz de agradar a todos. E as críticas não se fizeram esperar, a começar pelo facto de terem sido escolhidos golfinhos para ornamentar aquela entrada principal da cidade.

“Parece a entrada daqueles parques temáticos com orcas e golfinhos. Realmente redutor” e “Que enjoo de golfinhos. Em todo o lado golfinhos. Santa falta de imaginação” são algumas das críticas que se lêem no Facebook.

Por outro lado, há quem concorde com a alegada falta de originalidade, reconhecendo, contudo, que as “peças em si parecem bem executadas” e que a escultura deverá “seguramente” agradar a “quase todos”.

“Aconselho o pessoal a esperar pelo final da obra para depois louvar ou criticar”, escreveu outra pessoa, como que apelando à ponderação.

A Câmara Municipal de Setúbal avançará posteriormente com as obras de “beneficiação geral da rotunda, acção que inclui a execução de intervenções de embelezamento, entre os quais a criação de uma ampla zona de relvado na envolvência da escultura dedicada aos golfinhos do Sado”, segundo explicou em comunicado.

A escultura de golfinhos foi doada à cidade pela Fundação Buehler-Brockhaus ao abrigo da Lei do Mecenato, no âmbito de um protocolo de colaboração celebrado com a Câmara Municipal de Setúbal”. A mesma fundação doou também a escultura “Zéfiro” que está implantada na rotunda do Monte Belo Norte e a peça “Sardinhas”, que está na rotunda das Fontainhas.

Fotos: Diário da Região

Comentários

- Pub -