Alameda de Setúbal transformada em galeria de arte urbana [FOTOS]

Sociedade C Últimas B

Festival juntou dez artistas nacionais e internacionais e ofereceu ao público música, dança e gastronomia

 

A Alameda das Palmeiras na zona da Bela Vista, em Setúbal, foi transformada numa galeria de arte urbana com nove desenhos pintados em prédios, da autoria de uma dezena de artistas nacionais e internacionais, no âmbito do Cara ou Coroa – Street Art Festival, que decorreu ao longo de quatro dias.

Bane & Pest, dupla da Suíça, Utopia, do Brasil, Norm, da Alemanha, Tretze, de Espanha, e Nark, Samina, Smile1art, GonçaloMAR e Projecto Matilha, de Portugal, foram os artistas convidados pelo festival para dar novas cores à cor-de-rosa Alameda das Palmeiras.

“A vivência e a identidade da Alameda das Palmeiras moveram a inspiração e a criatividade dos artistas, que, com recurso a diferentes estilos e técnicas, deram vida a paredes em trabalhos cujos traços artísticos, contornos e pinturas oscilam entre o real, o abstracto, o imaginário e a fantasia”, descreve a Câmara Municipal de Setúbal, que ajudou a organizar a iniciativa em parceria com a ACUPARTE – Associação Cultural.

A arte urbana agora patente em nove empenas de prédios “assume várias formas”, desde personagens ficcionais a elementos da natureza e animais. “Contudo, é a humanidade que mais se destaca nos murais, com rostos de mais e menos conhecidos, de crianças a adultos”, lê-se na nota de imprensa.

“O que vemos neste bairro setubalense, neste nosso bairro que é também a nossa cidade, é sentimento e emoção que nos obriga a olhar e a pensar”, destacou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, domingo à tarde, em visita ao Cara ou Coroa – Street Art Festival.

Também Ivo Santos, um dos artistas com trabalho realizado no festival e dinamizador da ACUPARTE – Associação Cultural, destacou a energia de aproximação do bairro à cidade, através do acontecimento artístico, e a origem do nome do festival.

Cara ou Coroa, “porque tudo tem duas faces, várias escolhas e caminhos, aspectos positivos e negativos”. Tendo como lema “Um Povo Um Mundo”, o evento conseguiu “um enorme impacto, sobretudo ao nível das redes sociais”.

O Cara ou Coroa – Street Art Festival atraiu não só a atenção de moradores do bairro, como também de pessoas de outros pontos do concelho, entre jovens fotógrafos e estudantes, que se juntaram ao longo da Avenida Belo Horizonte para admirar as pinturas ao vivo.

Realizado também no âmbito do programa municipal [email protected]ço.28, que assinala localmente o Mês da Juventude, o evento contou ainda com música, dança, gastronomia e artesanato “numa festa multicultural que mostrou uma Alameda das Palmeiras aberta à cidade e uma Setúbal à descoberta das riquezas culturais que fazem aquele bairro setubalense”.

 

Confira, na fotogaleria abaixo, o resultado final do trabalho na Alameda das Palmeiras:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: CMS

Deixe uma resposta