PSP “assalta” casa para salvar grávida de agressões de homem de 28 anos

1
2
visualizações

Um homem de 28 anos colocou uma máquina de lavar a roupa atrás da porta de casa, em Setúbal, para tentar impedir a entrada da PSP, enquanto a mulher, grávida, gritava por socorro depois de ter sido vítima de violência doméstica e alvo de várias agressões. A PSP conseguiu, porém, forçar a entrada e deter o alegado agressor. A ocorrência registou esta terça-feira, 28, pelas 20h30, quando a polícia foi alertada para a situação de violência doméstica.

“Após notícia de que estaria a acorrer um caso de violência doméstica, uma patrulha da PSP deslocou-se imediatamente para o local. Na residência, após várias insistências dos agentes em bater à porta e tentativas de contacto via telefone com a vítima, ambas revelaram-se infrutíferas”, explica a PSP em comunicado, adiantando que logo após as tentativas de contacto “foram perceptíveis gritos vindos do interior”.

- Pub -

“Os elementos policiais procederam no imediato ao arrombamento da porta de entrada. Uma

máquina de lavar roupa encontrava-se atrás da porta a dificultar a passagem. Os agentes conseguiram introduzir-se na residência e depararam-se com a vítima a pedir auxílio enquanto o suspeito a tentava agarrar”, revela a PSP, que deteve e manietou imediatamente o homem.

“A vítima, que se encontrava em estado de gravidez, sofreu ferimentos por agressões, que a impossibilitavam de pedir auxílio, necessitando de assistência hospitalar. O suspeito, que já tinha antecedentes pelo mesmo tipo de crime, recolheu aos quartos de detenção até ser presente em tribunal”, avançou ainda a PSP no mesmo comunicado.

- Pub -

1 COMENTÁRIO

  1. Vai ser posto em liberdade,e so espero que o desfecho nao seja o que estou a pensar neste momento.

Deixe uma resposta