CDU e PSD dão voto de protesto a Nuno Canta

Nuno Canta diz-se alvo de "uma cabala política em vésperas de eleições"
Local Últimas Últimas C

A CDU propôs e o PSD viabilizou um voto de protesto contra Nuno Canta, pelas declarações proferidas pelo presidente da Câmara na reunião anterior do executivo.

A frase “… o senhor não é de cá, vá mas é para a sua terra” atirada por Nuno Canta ao vereador da CDU Carlos Jorge de Almeida na reunião de há 15 dias motivou a apresentação do voto de protesto por Nuno Catarino.

Nuno Canta estranhou  a apresentação do voto de protesto ter sido feita por alguém que “não esteve presente” na reunião em causa. O presidente da autarquia apresentou uma declaração a rebater o teor do documento apresentado pela CDU e considerou estar a ser alvo de “uma cabala política em vésperas de eleições”.

O socialista defendeu ainda que a frase em causa estava “descontextualizada”, tendo feito parte de uma “escolha selectiva” da oposição com o objectivo de “denegrir a imagem” do presidente.

O voto de protesto foi aprovado com quatro votos a favor, dois da CDU e dois do PSD, e três contra do PS.

Deixe uma resposta