Greve na Soflusa vai afectar ligações fluviais nas horas de ponta

Regional Últimas B Últimas C

Os trabalhadores da Soflusa, responsável pelas ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, vão realizar amanhã um dia de greve devido à falta de embarcações e inexistência de respostas sobre a revisão do Acordo de Empresa.

A greve na Soflusa será de duas horas por turno, o que vai afetar as ligações entre as duas margens nos períodos das horas de ponta de manhã e de tarde.

Os trabalhadores decidiram avançar para a greve uma vez que a revisão do Acordo de Empresa está pré-acordada mas ainda não avançou e devido aos problemas com as embarcações, que têm causado supressões e perturbações na ligação entre o Barreiro e Lisboa.

A empresa Soflusa confirmou que a greve deve afectar as lições fluviais entre as duas margens do rio Tejo nos períodos das horas de ponta.

“Por motivo de greve parcial, convocada por diversas organizações sindicais representativas dos trabalhadores da Soflusa, não será possível garantir o serviço regular de transporte fluvial no dia 23 de março”, refere a empresa.

Durante o período da manhã, as ligações vão estar afetadas até depois das 09h00, enquanto no período da tarde as carreiras devem parar a partir das 17h35 até cerca das 20h45

“Durante os períodos de greve, os terminais estarão encerrados, por motivos de segurança. Agradecemos a compreensão e lamentamos os inconvenientes que esta paralisação possa causar”, acrescenta a empresa.

 

Deixe uma resposta