Crianças plantam 250 árvores no Parque Verde da Bela Vista em Setúbal

Local C Sociedade C Últimas C

Dia Mundial da Floresta e da Árvore foi assinalado na terça-feira, 21, com a plantação de centenas de árvores no Parque Verde da Bela Vista

 

Crianças de duas escolas de Setúbal plantaram mais de 250 árvores no Parque Verde da Bela Vista, na terça-feira, 21, de manhã, numa iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Setúbal para assinalar o Dia Mundial da Floresta e da Árvore.

As crianças plantaram azinheiras, sobreiros, pinheiros bravos e mansos, carvalho português e alvarinho numa actividade coordenada por Teresa Lourenço, da Divisão de Espaços Verdes da autarquia, com o apoio da empresa Visabeiras, que cedeu as árvores e distribuiu panfletos com explicações de como fazer a plantação e ainda placas identificativas das espécies plantadas.

As espécies de árvore plantadas são “as que oferecem melhor resistência a condições extremas, como a seca, razões pelas quais foram as escolhidas para plantar no Parque Verde da Bela Vista”, explicou Teresa Lourenço no local.

O Parque Verde da Bela Vista foi o sítio escolhido para esta acção do Dia Mundial da Floresta “por ser de grande dimensão e com muitas zonas vazias”, segundo explicou o vereador do Ambiente, Manuel Pisco. “Há espaço para se plantarem aqui, de uma vez só, muito mais do que 250 árvores. Com esta acção, aproveitamos para recompor o tecido arbóreo do parque e ir preenchendo o espaço”, disse.

A iniciativa permitiu assim que os mais novos, neste caso os alunos das escolas básicas n.º 1 do Faralhão e n.º 5 do Peixe Frito, tivessem contacto com a natureza, uma educação ambiental “muito importante”, na óptica da autarquia, pois “é através das crianças que as questões da educação ambiental são transportadas para o futuro” e “são elas, muitas vezes, as educadoras das famílias”.

A acção do Dia Mundial da Floresta serviu ainda para gravar os últimos vídeos do portal de internet Júnior Ambiente, que a autarquia vai lançar em breve. Será um “site com exemplos práticos, através de vídeos, e informações sobre regras básicas para as crianças, em termos ambientais. Os conteúdos são muito úteis para os professores utilizarem em sala de aulas”, explicou Manuel Pisco.

A empresa Vibeiras apoiou a iniciativa com o fornecimento das árvores, a distribuição de folhetos com as explicações de como fazer a plantação e placas identificativas das espécies plantadas.

Deixe uma resposta