Revolução viária em Setúbal prossegue com nova rotunda na variante

Nova rotunda será construída no espaço da actual variante.
Local Últimas Últimas B Últimas C

Construção de supermercado Continente, na Estrada de Palmela, junto ao McDonald’s, financia mais uma rotunda na Avenida da Europa, com acesso directo à Urbisado e vai permitir a regularização da vertente hidráulica do Rio da Figueira

 

A cadeia de hipermercados Modelo e Continente vai construir um supermercado Bom dia em Setúbal, nos terrenos onde se encontrava sediada a antiga Rádio Azul, designadamente na Quinta das Rãs e Quintas das Rosas, ao lado do McDonald’s da Avenida da Europa, e, com este investimento, a variante vai ganhar mais uma rotunda, com novos arruamentos de acesso à Urbisado e ao futuro campo de Rugby, nas traseiras do edifício Liceu Residence.

A instalação da nova superfície comercial terá consequências nas infra-estruturas na envolvente do bairro da Urbisado, pelo que a entidade promotora (Modelo Continente) se compromete a realizar uma série de intervenções urbanísticas, com a implantação de um arruamento nas traseiras da Rua Adelaide Rosado Pinto, na Urbisado, a ligar à nova rotunda da variante, o que para além de contribuir para a requalificação urbana daquela zona da cidade, permitirá o acesso rodoviário ao supermercado. As obras vão garantir a introdução de um recorte de estacionamento para moradores, pavimentações e drenagem pluvial e a colocação de sinalização rodoviária e infra-estruturas eléctricas.

Nova rotunda paga pelo Continente terá ligação ao bairro da Urbisado e ao novo campo de Rugby.

A Câmara de Setúbal aprovou na sessão pública da passada quarta-feira, 15, o contrato de urbanização a celebrar com a cadeia de supermercados. Nos termos do acordo, o Modelo, Continente Hipermercados S.A fica responsável pela execução das obras da rotunda e acessos, na ordem dos 67 mil euros.

Como contrapartida, a empresa promotora cede 18 mil metros de terreno em espaços verdes, que a autarquia vai utilizar para construir uma bacia de retenção no Rio da Figueira, à semelhança das bacias previstas no projecto do futuro Parque Urbano da Várzea para contenção das cheias da baixa da cidade.

Espaço verde vai receber a futura bacia de retenção do Rio da Figueira para prevenção de cheias.

Na reunião pública, o executivo municipal justificou “tendo em conta a dimensão e o impacte a nível da sobrecarga nas infra-estruturas” que as obras de criação da unidade comercial foram enquadradas numa “operação urbanística de impacte relevante, sujeita a cedências ao município e ao pagamento de taxas de realização, manutenção e reforço da infra-estrutura.

Supermercado de três pisos

O futuro Continente Bom Dia vai ter três pisos. Um piso subterrâneo para parqueamento, o 0 para área de venda e o 1 para escritórios.

As obras e o projecto previstos devem ser concretizados até à data de emissão da autorização de utilização do novo espaço, embora não tenha sido avançada uma data para o início da empreitada.

Supermercado Continente Bom Dia vai ser construído no local do actual parqueamento do McDonald’s.

Para Maria das Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal, trata-se de uma “intervenção importante para a cidade e que vai fazer com que a população da Urbisado fique mais integrada no centro histórico”, além de procurar resolver o congestionamento de tráfego nas horas de ponta naquela zona.

Face a esta matéria, o vereador Luís Rodrigues (PSD-CDS/PP) criticou o facto de o documento não conter “uma planta do local, com a indicação dos espaços a ser intervencionados”. Em resposta, a edil setubalense atirou que “o PSD já nos habituou aos votos contra, com base num conjunto de fundamentos, que impedem a aprovação de projectos importantes para a cidade, criação de postos de trabalho e riqueza das pessoas”. Dores Meira justificou ainda que “todos os projectos estão disponíveis para consulta dos vereadores e que se a cada obra se tiver de reproduzir na minuta tudo o que consta do projecto, não valeria a pena”. No final, o documento acabou por ser aprovado, com o voto contra da coligação PSD-CDS-PP.

 

Dois milhões ligam avenidas 22 de Dezembro e Combatentes

Ainda antes do período da ordem do dia, o vereador Paulo Lopes (PS) questionou a presidente da Câmara acerca das obras na Avenida 22 de Dezembro, actualmente cortada ao trânsito. Maria das Dores informou que actual intervenção em curso consiste apenas na fresagem do piso, isto é, baixar o nível do alcatrão para o igual à altura do passeio.

No entanto, a presidente do executivo municipal revelou que está prevista “uma grande intervenção, que vai arranjar o caneiro (canal do leito do rio), de mais 60 anos, entre a Avenida 22 de Dezembro e Avenida dos Combatentes”. De acordo com as suas palavras, a intervenção está dependente de uma “candidatura a fundos comunitários, que está a correr bem”, ainda que não tenha visto luz verde.

No total, as obras orçadas em mais de dois milhões de euros, vão “rasgar as duas avenidas, ficando duas vias em cada uma delas, devendo ser construída uma nova rotunda entre as duas avenidas”.

Deixe uma resposta