Comunidade chinesa visita St. Peter’s Internacional School

Local Últimas B

Comitiva foi recebida pela comunidade escolar e visitou as instalações do colégio de Palmela. Objectivo foi dar a conhecer a oferta curricular e as medidas de integração para os alunos chineses

 

O embaixador da República Popular da China, Cai Run visitou as instalações do St. Peter’s Internacional School, em Palmela esta segunda-feira, 13, acompanhado do presidente da comunidade chinesa em Portugal, Y Ping Chow. O objectivo foi dar a conhecer à comitiva a oferta curricular da instituição de ensino particular, no que respeita às estratégias curriculares e pedagógicas específicas para alunos chineses e as medidas facilitadoras de integração da comunidade escolar chinesa no modelo educativo multicultural.

No discurso de recepção à comitiva, Isabel Simão, directora pedagógica do St. Peter’s Internacional School sublinhou que o colégio se pauta por oferecer “uma formação eclética, multilingue e tanto quanto possível, multicultural”, sendo que no total dos 1100 alunos, 110 são chineses, estando representadas mais de 30 nacionalidades diferentes. Para complemento da sua formação, os alunos têm aulas de mandarim, alemão e espanhol.

A directora do segundo melhor colégio do país, de acordo com o Ranking Nacional das Escolas 2016, afirmou que a comunidade chinesa tem um papel central no universo do colégio. “Embora se trate de uma realidade recente, tudo temos feito e vamos continuar a fazer para proporcionar todas as condições de atenção e integração aos jovens estudantes chineses”.

Sérgio Sousa Pinto, presidente da Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros lembrou a antiguidade das relações entre Portugal e a China. “Nos últimos anos, houve uma grande aproximação económica entre Portugal e a China e isso é muito vantajoso para os dois países. Não há nenhum país europeu culturalmente mais próximo da China sem ser Portugal”, notou. Contudo, Sérgio Sousa Pinto afirmou que a instalação dos vários agentes económicos chineses em Portugal só é possível graças “ao apoio de instituições e escolas de excelência como o St. Peter’s School, que prepara as crianças para a vida, ensinando-as a conviver num cultura de tolerância e abertura aos alunos estrangeiros”.

Depois de conhecer os vários espaços da escola, desde as salas do Jardim de Infância, ensino básico e secundário, espaços desportivos e de lazer, Cai Run foi recebido por centenas de alunos oriundos da comunidade chinesa e respectivas famílias no auditório da instituição.

Na sua intervenção, o embaixador da China reforçou que o St. Peter’s School se trata de “uma escola internacional de referência, que impressiona pelos bons professores, alunos e ambiente amigável”. Cai Run sublinhou que uma das grandes particularidades da escola está em “promover não apenas o crescimento intelectual dos alunos de forma estruturada, mas ajudar a proporcionar a integração das culturas”.

O representante diplomático da China em Portugal aproveitou a ocasião para apresentar alguns dados recentes, que demonstram que as relações bilaterais entre Portugal e China estão a viver “o melhor momento da História”. De acordo com Cai Run, em 2016 o volume de negócios entre Portugal e a China cresceu a uma taxa de 28%. Neste momento, o investimento da China em Portugal já ultrapassou os oito mil milhões de euros e o investimento português na China encontra-se em franco crescimento. Cai Run avançou ainda que a cooperação entre os dois países na área cultural e educacional se está a intensificar. “Há alguns anos, existiam poucas universidades chinesas a oferecer o curso de Língua Portuguesa, agora já são mais 30 faculdades chinesas”, afirmou. Por outro lado, o número de estudantes universitários chineses no país cresceu de 200 para mais de 1000.  Na óptica do embaixador, “o St. Peter’s Internacional School é um excelente exemplo do crescimento das relações bilaterais e do intenso intercâmbio entre as duas culturas registado nos últimos”.

No final da cerimónia, as crianças cantaram o hino de Portugal e China. Todas as intervenções foram traduzidas do mandarim para português.

 

Embaixador da China destaca laços de cooperação entre Portugal e China

Na visita ao colégio de Palmela, o embaixador da China aproveitou para revelar algumas novidades, que irão contribuir para o reforço das relações bilaterais entre os dois países.

Em primeiro lugar, Cai Run informou que este verão haverá o primeiro voo directo entre Portugal e China, o que facilitará as viagens entre os países. “Temos a expectativa que com o voo directo, mais turistas nacionais visitem a China e vice-versa”, afirmou.

Em segundo, o embaixador referiu que os representantes de Portugal e China já alcançaram um consenso para estabelecer um centro cultural chinês em Lisboa e um equipamento cultural português da mesma natureza na China.

Por último, Cai Run afirmou que o número de turistas chineses em Portugal tem registado um crescimento exponencial. Em 2014, cerca de 110 mil turistas visitaram o nosso país. Em 2016, o número rondou os 180 mil, constituindo indicadores muito positivos para o crescimento da economia e turismo portugueses.

One comment

Deixe uma resposta