Fernando Paulino é candidato do PS à Câmara de Setúbal

Local Últimas B Últimas C

Fernando Paulino é o cabeça-de-lista do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas próximas autárquicas, anunciou este sábado, 11, a Comissão Política Concelhia do partido

O nome do actual vereador socialista na autarquia sadina foi eleito pela concelhia socialista em reunião realizada ontem, 10, à noite, “por uma maioria expressiva”, pode ler-se na nota de Imprensa da concelhia.

Fernando Paulino, 57 anos, natural de Vila Nogueira de Azeitão, foi presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria da Graça entre 2009 e 2013 e preside actualmente à Associação de Socorros Mútuos Setubalense. Eleito em 2013, Fernando Paulino está também a cumprir o seu segundo mandato como vice-presidente da União de Mutualidades Portuguesas, acumulando as funções de representante da referida instituição na Plataforma Supra Concelhia da Segurança Social.

Foi cedo residir para a cidade de Setúbal, aos 10 anos, onde frequentou o Liceu Nacional, tendo estreado-se no movimento associativo, na Associação de Estudantes, entre 1975/76.

Em 1977, alistou-se como voluntário na Força Aérea Portuguesa, onde esteve durante três anos. No ano de 1981, começou a sua actividade profissional na fábrica da Portucel, actualmente denominada The Navigator Company, onde exerce o cargo de supervisor.

É sócio do Vitória Futebol Clube e militante do PS desde os 15 anos. Entrou para a juventude partidária em 1975 e, desde essa altura, integrou diversos órgãos da concelhia socialista de Setúbal. Foi mandatário jovem concelhio na primeira candidatura de Mário Soares à presidência da república.

Autarca desde 1986, integrou a Assembleia de Freguesia de Santa Maria da Graça até 1989, como secretário da Mesa da Assembleia. Foi membro do executivo desta freguesia enquanto tesoureiro dois mandatos (1989-1997). No mandato de 2001 a 2005 fez parte da Assembleia Municipal como deputado.

Em 2005, foi cabeça-de-lista à Junta de Freguesia de Santa Maria da Graça, mas só venceu as eleições para esta autarquia quatro anos depois, quando se recandidatou.

 

Deixe uma resposta