António Santos substitui Mauro de Almeida como candidato à presidência do Vitória

Desporto C Últimas C

O treinador de andebol da equipa sénior do Vitória, António Santos, apresentou-se ontem, dia 9, como candidato à presidência do clube no triénio 2017-2020, ocupando a posição de Mauro de Almeida como cabeça de lista.

António Santos, 62 anos, mais conhecido por “Picas”, deu a conhecer os objectivos que tem para o futebol profissional, apontando o apuramento para a Liga Europa como meta para 2018/19.

“Em 2017/18 vamos aumentar o orçamento para seis milhões de euros [o dobro do actual], no segundo ano do mandato para nove milhões estabelecendo a Liga Europa como meta, e, em 2019/20, para os 12 milhões de euros”, afirmou.

Apesar de considerar a situação actual do clube “sombria”, o candidato, sócio número 2.278 do emblema sadino, assegura ter parceiros para atingir as metas a que se propõe.

“A solução está aqui, somos nós. Temos plano de trabalho com prazos de execuções, temos dinheiro e uma equipa sem vícios. Queremos romper, de uma vez por todas, com os maus hábitos que se instalaram no clube”, referiu.

António Santos, que conta com os apoios do antigo presidente do clube Jorge Santana e do adversário de Fernando Oliveira nas eleições de 2014, Júlio Adrião, explicou as razões que o movem.

“Sou só vitoriano e não posso continuar impávido e sereno a assistir ao definhar do nosso clube, que está parado no tempo e desatualizado. Além disso, é altura de devolver o Vitória aos vitorianos”, sublinhou.

O antigo cabeça de lista, Mauro de Almeida, que terá funções na SAD caso António Santos vença as eleições, explicou as razões do recuo.

“Todos me acusam de ser do Sporting, que não sou de Setúbal e que estou aqui a mando dos chineses. Para provar que não vou tomar de assalto o Vitória, decidimos, em uníssono, indicar aquele que é hoje a figura mais carismática do clube”, afirmou.

Pedro Contreiras (Mesa da Assembleia Geral), Teresa Barrocas (Conselho Fiscal e Disciplinar) acompanham António Santos (direção) na lista.

Fernando Oliveira, presidente do clube desde 2009, e o advogado Vítor Hugo Valente são os outros candidatos à liderança do Vitória.

Deixe uma resposta