Montijo distingue 30 mulheres do sector educativo

Local Sociedade Sociedade B Últimas C

Cerimónia, realizada no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, contou com a participação da secretária de Estado, Catarina Marcelino

Foram 30, as mulheres ligadas ao sector educativo municipal, no Montijo, distinguidas pela Câmara Municipal, em cerimónia realizada esta segunda-feira, 6, e na qual participou a secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino.

As homenagens, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, que se assinala a 8 de Março, abrangeram as directoras de agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas, as coordenadoras de escolas básicas e as coordenadoras de pré-escolares da rede pública e da Escola Profissional do Montijo.

Para Nuno Canta, presidente da autarquia, tratou-se de uma “homenagem ao papel das mulheres, ao seu profissionalismo, ao seu contributo para o progresso do Montijo”, com o objectivo de “dar maior visibilidade ao trabalho de todos os dias e ao trabalho de sucesso das mulheres na escola pública”.

As três dezenas de distinguidas receberam rasgados elogios do edil, que salientou a importância da escola pública no concelho. “[São uma] referência na vida educativa montijense, todas elas, responsáveis por projectos educativos decisivos para resolver os problemas da desigualdade e também para o futuro do montijo”, realçou.

A secretária de Estado mostrou-se agradada com o critério de escolha para atribuição das distinções, vincando que “a educação é a chave”.

“São as pessoas que cuidam das nossas crianças, que fazem aquilo que de mais importante há a fazer na escola pública: dar igualdade de oportunidades. Isso só é possível na escola pública que é feita daquilo que é o tecido social das comunidades”, justificou Catarina Marcelino.

A governante considerou ainda que a formação das crianças não pode apenas basear-se nas disciplinas tradicionais, pois “há dois factores fundamentais para a formação académica das crianças: desenvolverem sentido crítico e a educação para a cidadania”.

A cerimónia foi abrilhantada com apontamentos musicais, proporcionados pelo actuação do Grupo Acoustic Mess da Escola de Artes Sinfonias & Eventos, coordenado pelo professor Filipe Silva.

As comemorações do Dia Internacional da Mulher vão prosseguir na npróxima sexta-feira, 10, pelas 10h00, na Escola Profissional do Montijo, onde terá lugar a pintura de um mural intergeracional colectivo, alusivo à data. Esta acção será desenvolvida por alunos da Escola Profissional do Montijo, jovens e crianças do Projecto [email protected] e alunos das disciplinas de Artes dos projectos de envelhecimento activo do concelho do Montijo.

Deixe uma resposta