“Um Presidente Raro” visitou a Casa dos Marcos na Moita

Local Últimas C

“Para um Presidente raro”. Era esta a mensagem que a t-shirt que foi oferecida a Marcelo Rebelo de Sousa tinha durante a sua visita à Casa dos Marcos, na Moita.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou a Casa dos Marcos, na Moita, que é o único Centro Integrado para Doenças Raras e por Diagnosticar do Mundo, da responsabilidade da Associação Raríssimas, tendo distribuído cumprimentos entre utentes e funcionários.

Marcelo Rebelo de Sousa percorreu a instituição e fez questão de se inteirar do trabalho efectuado. Conversou com muitas pessoas, quis conhecer os tratamentos, participou em actividades, recebeu prendas, comprou lembranças e ainda fez “três amigos”, entre os utentes, que o acompanharam ao longo da visita.

“Quero louvar o trabalho e a dedicação de Maria Cavaco Silva, madrinha da instituição, para esta obra. Esta é uma obra única que nasceu de uma inspiração única. É uma obra de amor de uma mãe pelo seu filho e que agora se projectou em muitas outras pessoas”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República lembrou que a rainha Letícia de Espanha, aquando da sua visita a Portugal em Novembro, tinha a intenção de visitar de novo a Casa dos Marcos e que só não o fez por motivos de agenda.

“Tudo é raríssimo nesta casa e todos os dias querem dar mais passos em frente. Todos somos diferentes e saber aceitar a diferença e lidar com ela é o segredo da obra desta casa”, defendeu.

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu ainda a importância de criar “outras Casa dos Marcos” no país.

Paula Brito e Costa, presidente da Associação Raríssimas, afirmou que Marcelo Rebelo de Sousa é considerado o “Presidente dos afectos” e que por isso estava no local certo.

“A Raríssimas é uma referência internacional e queremos ser o primeiro Centro de Referência para Doenças Desconhecidas”, afirmou, referindo que é necessária a ajuda do governo neste processo.

O presidente da Câmara da Moita, Rui Garcia, disse que é um privilégio para o concelho acolher um equipamento como a Casa dos Marcos.

“É já uma referência mundial e um equipamento de referência”, defendeu, deixando palavras de agradecimento aos trabalhadores da instituição, bem como aos utentes e suas famílias.

Antes de deixar a Casa dos Marcos, Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de dizer que iria voltar para jantar, tal como tinha prometido aos amigos que fez durante a visita.

Deixe uma resposta