MONTIJO: Novos órgãos sociais da SCUPA tomam posse

Local Últimas C

José Maria dos Santos mantém-se na presidência da direcção da instituição que nasceu a 2 de Março de 1913

Com José Maria dos Santos a manter-se na presidência da direcção, os novos órgãos sociais da Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA), do Montijo, tomaram posse no passado sábado, 18, na sede da colectividade. Maria Helena Leite preside à Mesa da Assembleia e o presidente do Conselho Fiscal é Nuno Ferrão.

José Maria dos Santos assina por mais um mandato

José Maria Santos, presidente da direcção, destacou a inclusão de novos elementos nos corpos dirigentes e deixou alguns dos objectivos para o novo mandato: “Continuar a apoiar os pescadores profissionais, manter e melhorar o Cais dos Pescadores e o Museu do Pescador, procurar novos cursos para a obtenção de cédulas marítimas e continuar a participar e a realizar eventos e outras acções culturais.”

Já Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, lembrou que a SCUPA “é um património comum a todos os montijenses”, um local onde se podem encontrar “as raízes e um passado que orgulha” a história montijense.

A SCUPA nasceu a 2 de Março de 1913. “A associação funcionava como uma cooperativa de consumo. Os pescadores descontavam os seus rendimentos para benefício de todos, cada um pagava o que podia formando uma espécie de ‘mealheiro’ dos pescadores com uma função social muito forte. As sucessivas crises do sector e o abandono da arte da pesca obrigaram a SCUPA a uma reconversão, virando a sua actuação para a preservação da memória, da cultura e da identidade da classe piscatória montijense”, explica a autarquia, em nota de Imprensa.

Deixe uma resposta