Baixa de Setúbal ganha novo restaurante de tapas e petiscos

RESTAURANTE. A decoração do espaço remete os clientes para as típicas tascas portuguesas, com mesas e bancos de madeira
Local B Sociedade B

A Tasca do Xarroque é o mais recente restaurante aberto na baixa de Setúbal. A proposta é tipicamente portuguesa: petiscos e noites de Fado a acompanhar

 

Um espaço dedicado à gastronomia típica portuguesa provada em forma de tapas e petiscos, assim se apresentou aos setubalenses a Tasca do Xarroque, restaurante inaugurado no início deste mês por um casal que procura agora fixar-se definitivamente em Setúbal.

Mónica Silva, 35 anos, e Tiago, 38, são os proprietários do novo restaurante situado na Travessa de São Cristóvão e que pretende ser “diferente” pelo que apresenta. “Em Setúbal há muita oferta de peixe assado e choco frito, mas em termos de tapas e petiscos há pouca”, explicou a proprietária.

No restaurante, as principais sugestões de tapas são “Tostinhas de abóbora com nozes e requeijão”, “fundido de presunto e ervas”, “tostinhas de salmão fumado e ervas” e “gratinado de queijo com tomate assado, nozes e frutos silvestres”.

A nível de petiscos, as “asinhas de frango crocantes com molho agridoce” e o “estufado de bochechas de porco preto com pêra bêbeda” são os que prometem maior saída, entre outros. Também as famosas tábuas de queijos e enchidos, com produtos naturais de todo o país e Ilhas, confirmam o cuidado da Tasca do Xarroque em oferecer aos clientes “o que Portugal tem de melhor”.

O compromisso de qualidade estende-se aos vinhos, com uma carta que vai desde um vinho tinto médio da Casa Ermelinda Freitas a vinhos de patamar superior, também de diversas origens nacionais. A pensar nos clientes diários, o espaço prevê ter uma ementa sempre diferente aos almoços, com prato, sopa e sobremesa do dia.

MÚSICA. As noites de Fado vão ser um dos “pratos fortes” da Tasca do Xarroque

“Apaixonei-me também por Setúbal”

Mónica, natural do Porto e enfermeira anestesiologista, e Tiago, natural de Leiria e engenheiro de telecomunicações, viveram algumas temporadas fora do país, por razões profissionais, até que decidiram fixar-se de vez em Portugal. “O Tiago gosta disto e eu acabei por me apaixonar também por Setúbal e quisemos investir aqui”, contou Mónica ao DIÁRIO DA REGIÃO.

“Decidimos fazer isto pela família”, acrescentou, remetendo para o ambiente familiar que caracteriza a sala de refeições da Tasca do Xarroque, com mobiliário de madeira e um balcão construído com paletes de armazém.

O toque final do espaço será a animação musical com Fado, garantida já para os fins-de-semana. Tudo para “chegar aos setubalenses, que têm muito a cultura de sair, comer e petiscar”.

Fotos: Facebook Oficial/D.R.

Deixe uma resposta