VITÓRIA: Meyong marcou nas duas últimas recepções ao Chaves

Desporto

13 anos depois, Vitória e Chaves voltam este sábado, a partir das 16 horas, a medir forças no Estádio do Bonfim, em Setúbal, em jogo da 21.ª jornada do campeonato. Nos últimos duelos entre os clubes, ambos a contar para a II Liga, registou-se um empate (3-3), em 2003/04, e um triunfo dos sadinos, por robustos 7-1, em 2000/01. O avançado Meyong, que integra o plantel actual, marcou nas duas ocasiões

Na partida mais recente, a 8 de Fevereiro de 2004, o camaronês, depois de um bis de Zé Pedro, fez o terceiro golo do Vitória na igualdade a três golos com os transmontanos. Na goleada de 18 de Fevereiro de 2001, Meyong bisou numa partida em que Paulo Ferreira e Maki também o fizeram. Artur Jorge Vicente também inscreveu o seu nome na lista de marcadores nos 7-1. Ambas as épocas foram de boa memória para os sadinos, uma vez que as equipas então treinadas por Carlos Carvalhal (2003/04) e Jorge Jesus (2000/01) alcançaram a subida ao escalão principal.

Para encontrar o último confronto entre setubalenses e flavienses, a contar para a I Liga, no Estádio do Bonfim, é necessário recuar ao século passado. Nesse jogo, disputado a 20 de Dezembro de 1998, os vitorianos, então comandados pelo técnico Carlos Cardoso, ganharam, por 1-0, graças ao golo apontado pelo avançado moçambicano Chiquinho Conde.

Apesar de os últimos desfechos entre os clubes ser favorável ao conjunto verde e branco, os duelos entre Vitória e Chaves, no escalão principal, têm sido pautados pelo equilíbrio. Aprová-lo está o facto de em nove jogos em Setúbal se contabilizarem quatro triunfos para os anfitriões, quatro para os forasteiros e um empate.

Depois da derrota (2-1) em Arouca na ronda anterior, a equipa treinada por José Couceiro vai tentar já reencontrar os êxitos para colocar o histórico com os flavienses favorável aos setubalenses, que começaram ontem de manhã, no Bonfim, a preparar a estratégia a colocar em prática no sábado.

O treinador tem o guarda-redes Bruno Varela e o defesa Fábio Cardoso, dois dos habituais titulares da equipa, em dúvida para o jogo. O guardião lesionou-se em Arouca e o central, que não integrou a convocatória para o duelo com os arouquenses, fê-lo no derradeiro treino [sábado] realizado no Bonfim, não integrando a lista de eleitos. Depois de terem feito tratamento e treino específico, ambos são hoje reavaliados pelo departamento médico.

Ricardo Lopes Pereira

Deixe uma resposta