Câmara de Setúbal vai melhorar ruas e espaços públicos no Vale das Cerejeiras e Azinhaga dos Espanhóis

Local B Últimas B

Soluções urbanísticas apresentadas pela Câmara tiveram em conta questões levantadas no âmbito do projecto “Ouvir a População, Construir o Futuro”. As reuniões vão continuar

 

A Câmara Municipal de Setúbal pretende levar a cabo várias intervenções de requalificação do espaço público no Vale das Cerejeiras e Azinhaga dos Espanhóis, uma “zona desordenada” em plena malha urbana de Setúbal, para onde estava previsto um plano de pormenor que nunca avançou.

O município vai intervir “directa e exclusivamente nas áreas de gestão pública” daquela zona próxima da Praça de Portugal, e fundamentalmente nas ruas Camilo Castelo Branco e João Maria Jales. O objectivo é “melhorar a experiência de vida dos moradores locais e dos munícipes que por ali passam”.

O plano das requalificações foi apresentado pela presidente da autarquia, Maria das Dores Meira, acompanhada do vereador da Obras Municipais, Carlos Rabaçal, e do presidente da Junta de Freguesia S. Sebastião, Nuno Costa, numa reunião realizada na segunda-feira, 6, no auditório da Escola Secundária D. João II.

Maria das Dores Meira lembrou que para o Vale das Cerejeiras e Azinhaga dos Espanhóis esteve projectado um plano de pormenor que deveria ter reformulado a paisagem urbana da zona, que envolve áreas públicas e privadas. “As dificuldades de investimento sentidas no sector privado inviabilizaram que o Plano de Pormenor fosse colocado em prática, plano esse que acabou por cair em Junho de 2016”, acrescentou o vereador Carlo Rabaçal.

A solução agora apresentada, reforçou o vereador, teve em conta questões levantadas pela população no âmbito do projecto “Ouvir a População, Construir o Futuro”, desenvolvido no início do mandato. É uma “solução para o espaço público disponível e não uma solução global. Intervimos agora porque não podemos ficar para sempre à espera que apareça outro plano de pormenor. Simplesmente não sabemos quando isso acontecerá e é preciso melhorar a qualidade de vida de quem aqui mora”, disse Carlos Rabaçal na reunião.

A proposta da autarquia, apresentada por técnicos municipais, contempla a melhoria dos percursos pedonais, o reordenamento do estacionamento, da circulação automóvel e do acesso às várias garagens existentes nas ruas Camilo Castelo Branco e João Maria Jales. Prevista está também a recuperação das zonas verdes degradadas e a melhoria do sistema de drenagem e da iluminação pública.

Os vários edificados que ali se encontram em estado de ruína também deverão ser demolidos em breve, segundo anunciou o vereador. “Há cinco fracções em que as demolições são para avançar já. Mediante notificação, se os proprietários não actuarem, será a Câmara a tomar a iniciativa. Existem ainda fracções identificadas, mas que carecem de negociações com os proprietários”.

 

Novos encontros com população

O município de Setúbal vai dar continuidade às reuniões do projecto “Ouvir a População, Construir o Futuro”. A próxima, de apresentação e debate de um projecto de requalificação no Bairro dos Pescadores, acontece na próxima sexta-feira, 10, com os membros do Executivo e moradores, na Escola Básica do Viso, às 21h.

O ciclo continua na segunda-feira, 13, nas instalações da AMBA – Associação de Moradores do Bairro da Anunciada, para uma sessão pública sobre a requalificação do espaço público na Colina de S. Francisco.

Outro encontro, com interesse para os moradores da zona da Fonte Nova/Troino e dedicado ao reordenamento do trânsito na Rua Vasco da Gama, tem depois lugar, a 14, na Casa da Baía – Centro de Informação Turístico. Dia 20, realiza-se outra reunião, desta feita sobre toponímia, com os moradores da Quinta do Paraíso, na Escola Básica Barbosa du Bocage.

O ciclo inclui ainda um encontro em que o Executivo municipal debaterá questões de urbanismo com os moradores da Quinta da Amizade. Será nas instalações da Junta de Freguesia da Gâmbia, nas Pontes, dia 21h. Todas as reuniões se realizam às 21h.

 

Deixe uma resposta