Moita: PCP preocupado com promessa não cumprida de construir novo Centro de Saúde

Local Últimas C

A Comissão de Freguesia da Baixa da Banheira do PCP anunciou que está preocupada com a “promessa não cumprida de construção do novo centro de saúde da Baixa da Banheira e com o número adequado de médicos ao serviço desta população”.

“A falta à palavra dada por parte de governantes dos sucessivos governos é preocupante e reveladora. Em 2015 e em resposta a perguntas feitas na Assembleia da República pelo Partido Ecologista “Os Verdes” e pelo Partido Comunista Português, o ministro da saúde respondeu que o ponto de situação dos serviços de saúde primários prestados na freguesia da Baixa da Banheira era preocupante e que iria tomar medidas para os melhorar, concretamente a construção do novo centro de saúde em 2016 e a colocação de mais médicos, em número adequado às necessidades da população. Considerava a situação prioritária”, refere em comunicado.

A comissão, reunida no dia 16 de Janeiro, salienta que o actual ministro da saúde, Adalberto Campos Fernandes, reconhecendo a gravidade da situação, anunciou a construção do novo centro de saúde para 2017, que posteriormente não assumiu em orçamento de estado.

“Para além disso, a não tomada de medidas de excepção para a colocação necessária de médicos no actual centro de saúde agrava a situação, o que é a todos os níveis lamentável”, acrescenta.

A Comissão de Freguesia da Baixa da Banheira do PCP apela a que a população “continue a lutar organizadamente com a Comissão de Utentes da Saúde e com as autarquias” e reitera o seu compromisso de “tudo fazer para melhorar os serviços de saúde prestados aos banheirenses”.

Deixe uma resposta