Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal produz bolo-rei solidário

Local C

Iniciativa do Turismo de Portugal quer produzir e vender três mil bolos este Natal, em todo o país. Encomendas podem ser feitas partir de dia 30 de Novembro

 

“O Melhor Bolo-Rei do Mundo” está em produção na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal com a missão de angariar fundos para as instituições C.A.S.A – Centro de Apoio ao Sem Abrigo e Associação Mãos Abençoadas, com base nas encomendas de quem quiser contribuir.

Os bolos-rei, confeccionados com cereja preta a partir de uma receita do chef Inácio Berlinda, da Escola de Hotelaria de Lisboa, vão ser vendidos por encomenda até ao Dia de Reis, 6 de Janeiro de 2017. Cada unidade, de um quilo, terá o preço de dez euros e pode ser encomendada pelo endereço [email protected] ou pelo telefone 265 009 900.

Num workshop a ter lugar na escola de Setúbal, no dia 30 às 15h, o chef Filipe Blanquet, que se associa à campanha, vai ensinar a confeccionar bolo-rei, juntando-se a eles os padrinhos de campanha Inês Duarte, fadista, Susana Costa, atleta olímpica, Nuno Guerreiro, cantor e actor, e Tó Romano, empresário da moda.

A iniciativa “O Melhor Bolo-Rei do Mundo” promove ainda, na escola de Setúbal, a inauguração de uma Árvore de Natal Ecológica, elaborada pelos alunos com recurso a materiais reciclados, a que se seguirá uma eleição da melhor árvore, com um júri composto pelos padrinhos da iniciativa e representantes das associações apadrinhadas.

Depois haverá um momento de partilha de bolo entre padrinhos, representantes e utentes das associações e comunidade escolar, segundo informação da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal em comunicado.

A campanha solidária de Natal, organizada a nível nacional pelo Turismo de Portugal, vai envolver os 3.500 alunos das 12 escolas de hotelaria e turismo do país no fabrico do mesmo bolo-rei. A meta este ano é produzir três mil unidades, ultrapassando assim os 2500 bolos vendidos na primeira edição que se realizou o ano passado.

Deixe uma resposta